.

.
“Gay não é sinônimo de homossexualidade masculina. É apenas um movimento equivocado, que se acha porta voz de todos os homens que fazem sexo entre si.” Fraterno Viril.

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Sejamos resistentes ou “tá tudo dominado”?

Antonio Parreiras - Fim de Romance - 1912

1. Assisti (maio 2015) à estréia teatral de nova montagem de “Esplêndidos” - Jean Genet. Apesar do elenco desigual, gostei da sonoplastia baseada em tangos antigos. Coreografia bacana de tangos dançados somente entre homens, coisa real até 1910 no “basfond” do circuito Buenos Aires - Montevideo - Paris. Depois disto: mulheres + religião + moral + “bons costumes” tanto tramaram que transformaram o belo tango viril numa “dança lasciva entre machos e fêmeas”. Não é incomum encontrar na web, antigas fotos de homens dançando entre si, em acampamentos de trabalho ou militares. Não confundir com os clubes noturnos de Berlim e Paris, frequentados por homens homossexuais, nas décadas de 1920-30 (entre as 2 guerras mundiais).

2. “Nem todo homem gosta de brincar de casinha”. Alguns, fracos - programados - dominados em pleno século XXI, se deixam engabelar pelo medo da solidão e pelo batido bordão religioso “crescei e multiplicai”. E num momento que países laicos e bacanas defendem, e cumprem, ardorosamente o planejamento familiar e urbano. Tais homens vivem e perpetuam costumes familiares, padrões do século XX de seus pais e avós. Resultado: violência imperando com homens infelizes (sem nenhum caráter, criminosos) estuprando e assassinando namoradas - noivas - esposas - amantes.

3. Mutilação ou transexualismo? Genética ou herança da miséria humana? A transexualidade é coisa muito séria e deve ser tratada com todo rigor científico e humanismo. Mas, existem homens e mulheres brasileiros claramente mutilando seus órgãos genitais e mamas, por razões puramente estéticas... em nome de um novo padrão sexual (?!). Estas aberrações são expostas na mídia de forma corriqueira... a miséria cultural chegou ao limite em nosso vulgar país. 

Sejamos resistentes!